A escrita permanece sem que o São Paulo e Rogério Ceni vençam na casa alvinegra – 22/05/2022 – Juca Kfouri

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Ainda não foi desta vez que Cássio saiu derrotado de Itaquera ao enfrentar o São Paulo. São 16 Majestosos de invencibilidade e muito graças a ele, que fez cinco defesaças, a última delas, nos acréscimos, que o obrigou a sair de campo.

Ainda não foi desta vez que Rogério Ceni saiu vencedor de Itaquera, saga iniciada como jogador e continuada como treinador, agora pela sexta vez.

E o Corinthians segue sem ganhar um clássico estadual, na sexta tentativa, quinta sob o comando de Vítor Pereira.

Que nem pensou no Always Ready e escalou força máxima, até porque o jogo será só na quinta-feira (26) e, convenhamos, se o alvinegro não vencer, em casa, os bolivianos, não terá mesmo nada a fazer nas oitavas da Libertadores.

O tricolor saiu na frente com absoluto domínio no primeiro tempo e pecou ao defender a vantagem no segundo, quando as substituições feitas por Vítor Pereira surtiram o efeito que as de Rogério Ceni não obtiveram.

Calleri outra vez se sobressaiu ao fazer o gol são-paulino e o menino Adson pôs seu nome na história do Majestoso ao manter a escrita na cabeçada do 1 a 1.

UMA LOUCURA!

A decisão da Premier League obedeceu a um roteiro que nem o melhor dos ficcionistas seria capaz de escrever.

Pep Guardiola, o melhor do mundo, passou quase o jogo todo sob o risco de ser chamado de comandante de time pipoqueiro, capaz de perder em casa o título que parecia certo ao entregar a taça para o Liverpool.

Então, pôs Gundogan em campo e, em cinco minutos, com dois gols do alemão, o que era o surpreendente 2 a 0 para o Aston Villa, virou para 3 a 2 e o Manchester City é o campeão pela quarta vez em cinco temporadas, um ponto à frente do Liverpool, cujo time é melhor.

Porque prevaleceu novamente uma ideia de jogo que merece todas as glórias — e se a da Champions ainda não veio, é possível dizer estar ao alcance dos pés no ano de 2023 com a contratação do cometa Haaland, o centroavante centroavante que faltava.

Importante dizer: nada desmerece a extraordinária campanha dos vermelhos de Jürgen Klopp, Salah, Van Dijk, Mané etc, campeões das duas Copas britânicas, campeões europeus se passarem no próximo sábado (28) pelo time do clube mais vitorioso do Planeta Bola, o fenomenal Real Madrid.

UMA MARAVILHA!

No Juventus Stadium com mais de 41 mil torcedores, carga máxima, as francesas do Lyon ganharam mais uma Champions, a oitava, ao vencer o Barcelona por 3 a 1 e a fazer, com Amandine Henry, um dos gols mais bonitos do ano, porque o futebol feminino permite maravilhas que poucos anos atrás era exclusividade masculina.

EI, LANDIM…

Demorou, mas a Nação descobriu que Rodolfo Landim é mais do mesmo no mundo da cartolagem. Oportunista, badala quem estiver no poder, mesmo que seja o sociopata. Omisso, só aparece nas vitórias. Empreendedor às voltas com a Justiça por remessa ilegal de dinheiro para o exterior.

Teve a sorte de Jorge Jesus cair do céu por acaso em 2019, quando não havia lógica alguma com o estilo de Abel Braga, o antecessor.

Então já era evidente que o maior adversário do Flamengo estava dentro do próprio Flamengo e hoje é o que se vê na Gávea.

O ex-badalado executivo nem sequer é capaz de resolver o caso dos meninos mortos no Ninho do Urubu, mancha indelével na história do clube.

Daí o Maracanã em peso ter resolvido lhe mandar tomar caju.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEPTAR
Aviso de cookies
Translate »