2000 – 2021: morre a barra de ferramentas do Google

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


Após quase 21 anos de serviços prestados, o Google acabou com sua barra de ferramentas para o Internet Explorer. Agora, a mensagem “Leve o melhor do Google para qualquer lugar na web!”, mensagem que foi um dos símbolos da Web 2.0, virou definitivamente coisa do passado.

No momento em que estava mais “rápida, elegante e personalizada”, a barra de ferramentas do Google atingiria a maioridade mundial no último dia 11 de dezembro. Porém, ela foi descontinuada poucos dias antes que pudesse tomar uma cerveja em países como os Estados Unidos.

publicidade

De 11 de dezembro de 2000 a ?? de dezembro de 2021

A data exata do fim da barra de ferramentas é desconhecido, já que o Google não fez um anúncio oficial sobre o fim do projeto. Pensando bem, o encerramento faz bastante sentido, já que o Google é o dono do navegador web mais popular do mundo e o Internet Explorer (e o Microsoft Edge) são mais usados para baixar o Chrome.

Inclusive, essa é a mensagem que você vê quando entra no endereço que por mais de duas décadas foi o local onde se encontrava o link para download da barra de ferramentas: “A Barra de Ferramentas Google não está mais disponível para instalação. Em vez disso, você pode baixar e instalar o Google Chrome”.

Do início ao auge

A Barra de ferramentas do Google surgiu em um outro momento da internet. Em 2000, a Microsoft detinha o monopólio do segmento de navegadores web com o Internet Explorer, o browser nativo do Windows. Com isso em vista, o buscador lançou uma ferramenta para “sequestrar” o navegador da Microsoft.

Ao instalar a barra, você ganhava de “brinde” uma série de plugins, um deles, não é exagero dizer, foi primordial para o crescimento do Google como o maior site de buscas do mundo: um campo de pesquisas que dizia: “Execute uma Pesquisa do Google!”.

Como o Internet Explorer 5 obrigava o usuário a digitar o endereço web exato de um site para poder acessá-lo, a barra de ferramentas era bastante útil ali no início dos anos 2000. Esse era o embrião da mudança dos hábitos de consumo, popularizando a pesquisa e moldando a forma como usamos navegadores hoje em dia.

O abandono

Imagem mostra a logomarca do navegador Google Chrome em uma barra de tarefas de um computador da Apple
Nascimento do Chrome tornou a barra de ferramentas do Google algo obsoleto. Imagem: PixieMe/Shutterstock

Entre 2000 e 2008, a barra de ferramentas foi um dos principais produtos do Google. A ferramenta levou ao Internet Explorer recursos que hoje são triviais, como termos de pesquisa destacados nas páginas, bloqueio de pop-ups, verificação ortográfica, preenchimento automático e tradução.

Leia mais:

Porém, com a chegada do Google Chrome, em 2008, todo esse desenvolvimento ficou para trás em detrimento de um produto do Google. Apesar de funcionar no Windows 10 e no Internet Explorer 11, a última atualização do produto ocorreu em 2014.

Porém, que acessava o serviço nos seus últimos dias de vida podia ver que a ferramenta havia sido abandonada há ainda mais tempo, já que havia uma série de links para serviços descontinuados, como Google Reader, Google Bookmarks, Picasa, Google+ e o nosso saudoso Orkut.

Via: Ars Technica

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »