160 mil chaves PIX foram vazadas na internet; Saiba se a sua está na lista!

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS


No final de janeiro, o Banco Central (BC) informou o incidente envolvendo o vazamento de 160,6 mil chaves PIX, que pertencem a 159,6 mil pessoas físicas ligadas à Acesso Soluções de Pagamento, empresa do grupo Méliuz. No entanto, passadas duas semanas do ocorrido, novas informações vieram à tona indicando que a situação é mais grave do que imaginávamos, atingindo, no total, clientes de mais 300 instituições.

Leia mais: Magazine Luiza disponibiliza cursos de educação financeira em seu aplicativo

Após o vazamento, o BC não havia informado sobre as 300 instituições atingidas, apenas sobre cerca de 160 mil chaves de clientes da Acesso Soluções. Além disso, na época, o Banco Central divulgou que tais informações estavam atreladas às chaves. Esses dados incluíam nome do usuário, CPF, instituição, número da agência e conta.

Entretanto, após apuração dos fatos, o órgão pode confirmar que houve uma falha, que também atingiu clientes de aproximadamente 300 instituições que utilizam o PIX. Dentre elas, estão bancos tradicionais como Bradesco, Itaú, Santander, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.

Impacto do vazamento dos dados de cerca de 160 mil clientes

Os usuários afetados pelo vazamento de chaves PIX da Acesso Soluções de Pagamento tiveram os seguintes dados divulgados pela falha de sistema:

  • Nome do usuário;
  • CPF;
  • Instituição de relacionamento;
  • Número da agência e conta.

Ademais, tais informações são essenciais para cadastro do PIX, e o Banco Central garantiu que o sistema de pagamento instantâneo não permite que terceiros tenham acesso às contas dos usuários prejudicados. No entanto, esses dados vazados podem ser usados em golpes virtuais, como o phishing, dando credibilidade a mensagens fraudulentas via aplicativo de mensagens ou ligações.

A Acesso Soluções de Pagamento, empresa responsável pelo vazamento e pertencente à Méliuz, segue com o mesmo posicionamento do dia 21 de janeiro sobre a falha no sistema, que afetou mais instituições do que o informado inicialmente. Além disso, a startup não faz menção às demais empresas afetadas por conta do incidente.

O BC informou que as pessoas que tiveram seus dados vazados serão notificadas pelo aplicativo ou através da internet banking. Lembrando que o Banco Central não envia SMS, por isso fique atendo apenas aos avisos de aplicativos oficiais.



Fonte: Acesse Aqui o Link da Matéria Original

1548234083 file be0b03d8 Vision Art NEWS

Deixe um comentário

Este site usa cookies para que você tenha a melhor experiência do usuário. Se continuar a navegar, dará o seu consentimento para a aceitação dos referidos cookies e da nossa política de cookies , clique no link para obter mais informações. CONFIRA AQUI

ACEITAR
Aviso de cookies
Translate »